Entenda o que é logística reversa na área de distribuição de produtos químicos

Publicado em: 17 de dezembro, 2021

Você já se perguntou o que é logística reversa? Para o que ela serve e como ela funciona na prática?

Em linhas gerais, a logística reversa é um conjunto de procedimentos que visam recolher e encaminhar os insumos pós-venda ou pós-consumo ao setor empresarial, visando – sobretudo – a proteção do meio ambiente através do reaproveitamento e/ou do descarte correto desses materiais.

Essa tendência também foi reforçada com a publicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, fundamentada na lei n°12.305, de agosto de 2010. Entre as definições dessa normativa, ficou estabelecido um acordo setorial que inclui fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, que – juntos – devem se atentar quanto à implementação de uma responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida de um produto. 

Ou seja, todos eles se tornam responsáveis pelo descarte ou reaproveitamento correto daquele item. Podendo ser punido, nas formas da lei, caso algum incidente venha a ocorrer.

Quer saber mais sobre logística reversa? Então continue acompanhando o nosso artigo!

O que é a logística reversa e para que ela existe?

Com a crescente valorização das questões ambientais, saber o que é logística reversa e como ela funciona é algo essencial para alguns segmentos, como por exemplo, os das indústrias químicas e farmacêuticas.

Afinal, as práticas ambientais corretas, como o descarte, o reaproveitamento e o tratamento adequado dos resíduos são fundamentais para preservar a saúde da população e do meio ambiente. Além disso, tais práticas são um diferencial competitivo para indústrias que precisam estar de acordo com a legislação.

Aliás, dependendo do setor em que a organização atua, implantar a logística reversa é uma obrigação de fato. Isso inclui, por exemplo, fabricantes, distribuidores e vendedores de agrotóxicos, pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes e lâmpadas fluorescentes, bem como produtos eletroeletrônicos e seus componentes. 

Por fim, esse processo também ajuda a moldar uma imagem mais positiva da marca junto aos consumidores, que passam a enxergar uma empresa mais consciente. Além de, é claro, melhorar os processos, reduzir os custos, gerar receita e transformar essa ferramenta em um diferencial competitivo no mercado.

Formatos de logística reversa

 A logística reversa pode se apresentar em dois formatos, sendo eles o pós-venda e o pós-consumo. 

Pós-venda:

Nesse formato, o produto retorna à cadeia de distribuição antes de ter sido usado pelo consumidor final ou em casos com pouco uso (derivado de algum defeito, insatisfação ou erro no processamento do pedido).

Nesse sentido, a empresa precisa planejar o recebimento e o encaminhamento dos itens que estão retornando, estabelecendo meios de controle e reaproveitamento desses produtos. Muitas vezes, um determinado produto pode passar por pequenas melhorias e voltar a ser comercializado, agregando valor.

Pós-consumo 

Já no pós-consumo, a lógica é inversa.

Ou seja, o produto foi adquirido, utilizado e descartado pelo consumidor, isso pode acontecer tanto pelo término de vida útil do produto quanto pelo fato da utilidade – para aquela pessoa – ter chegado ao final.

Portanto, aquele item passa a ser considerado impróprio para o consumo primário. E, da mesma forma que acontece no pós-venda, a empresa deve se preparar para receber os itens, dando a eles o devido encaminhamento, que pode ser a reutilização do item para retorno ao ciclo produtivo, a reciclagem ou o desmanche seguido pela destinação ambiental adequada (caso a introdução no mercado não seja viável).

A X5 e a logística reversa

A X5 Company, dentro do seu intuito de fortalecer o sistema de logística reversa, tem postos para reciclar e refinar o óleo lubrificante contaminado com qualidade e destinação ambiental adequada. 

Nós participamos do Programa de Política de Logística Reversa e Resíduos Sólidos da CETESB e em parceria com a LWART, disponibilizamos a coleta do OLUC em nível nacional para os clientes e compradores da X5.

O que é OLUC?

Para aqueles que não sabem, o óleo lubrificante usado ou contaminado (OLUC) é classificado como um Resíduo Perigoso Classe I pela (NBR-10004). Segundo alguns estudos:

  •  1 litro do óleo lubrificante usado ou contaminado polui 1 milhão de litros de água; 
  • A queima desse resíduo gera a emissão de metais pesados;
    • Para cada 10 litros queimados são gerados 20 gramas de metais;
  • A queima desse resíduo tem potencial de causar severas doenças.
  • O seu descarte incorreto pode gerar penalizações legais.

 Viu só? 

A logística reversa é uma importante aliada e uma parceira estratégica do seu negócio, responsável pela elaboração de um plano para delimitar as ações de coleta, reutilização, reciclagem ou desmanche. Conte com a X5 para descartar ou reciclar os seus produtos químicos com segurança, fale conosco e saiba mais!


Escrito por:

Agência Canna


    x5-logo-partner x5-logo-partner x5-logo-partner x5-logo-partner