Como lidar com os resíduos químicos do seu processo de fabricação ou manutenção?

Publicado em: 6 de janeiro, 2022

Indústrias e empresas que lidam com resíduos químicos estão suscetíveis a diferentes tipos de problemas na própria gestão desses produtos. Por isso, é importante ficar atento para que o processo de fabricação de materiais e manutenção de maquinários seja feito com o devido cuidado e, em seguida, os resíduos sejam destinados da maneira correta.

Inclusive, a destinação adequada de resíduos sólidos, incluindo os químicos, é lei federal e deve ser seguida à risca por todas as empresas que trabalham com esse tipo de material, a fim de garantir a preservação do meio ambiente.

Em muitos processos não há como eliminar os resíduos químicos, o que torna fundamental cuidar das etapas de destinação final. Além disso, existem outros métodos que contribuem diretamente no melhor uso e destino desses resíduos.

Maneiras para destinar e aproveitar os resíduos químicos

Como na maioria dos casos não é possível eliminar os resíduos químicos dos processos (que, inclusive, são muito importantes para as etapas de fabricação e manutenção), é importante buscar maneiras que ajudem na destinação e também na redução dos desperdícios desses vestígios.

Contribuindo com as empresas que contam diariamente com os resíduos químicos em suas etapas internas, existem metodologias aliadas para destinar e aproveitar os resíduos. Entenda abaixo duas delas.

Logística reversa

A logística reversa é um processo cujo principal objetivo é fazer com que os produtos, no caso os resíduos químicos, voltem para o fabricante, vindo diretamente do cliente.

Esse processo possui esse nome, pois, como dá a entender, é a forma reversa ao tradicional. Normalmente, as etapas vão do fabricante ao cliente e não do cliente ao fabricante. É daí que vem o seu caráter reverso.

Adotar essa prática é fundamental para as indústrias que trabalham diariamente com resíduos sólidos, como os químicos, principalmente porque alguns tipos de resíduos podem ser reaproveitados na cadeia produtiva.

O óleo lubrificante é um exemplo. No sistema de logística reversa, o óleo volta ao fabricante e passa por um processo chamado rerrefino, que remove os contaminantes do produto para, assim, recuperar as propriedades básicas do material.

Assim, esse produto pode ser reaproveitado, contribuindo na sustentabilidade e redução de impactos ambientais.

Programa de abastecimento de produtos químicos

Já o programa de abastecimento de produtos químicos trabalha de uma forma um pouco diferente, mas também contribui para o melhor gerenciamento de produtos químicos.

Esse programa se baseia no fornecimento de produtos sempre que a empresa precisar em um período de tempo, e não apenas quando faltar no estoque, a fim de evitar paradas e prejuízos durante as etapas produtivas.

Mas como isso está ligado com a destinação correta dos resíduos químicos?

Com o programa de abastecimento, é possível prever a quantidade de produto usado, o que reduz os desperdícios e, consequentemente, a quantidade dos resíduos. A X5 oferece esse programa aos seus clientes como uma forma de contribuir na eliminação dos resíduos e também no dia a dia da indústria.

A X5 Company oferece essas alternativas para resíduos químicos

A X5 é uma empresa referência no fornecimento de químicos para indústrias, além de contribuir para a destinação correta e melhor aproveitamento dos resíduos químicos, realizando tanto a logística reversa quanto o programa de abastecimento.

Com isso, a X5 traz maior praticidade e eficiência aos seus clientes, contribuindo diretamente nos processos e também na preservação da natureza e dos recursos naturais.

Se você quer ter produtos de altíssima qualidade, amparo no fornecimento de produtos e a garantia do reaproveitamento e destinação adequada de resíduos químicos, tenha na x5 a sua maior aliada. Para saber mais sobre o assunto, entre em contato com a nossa equipe técnica agora mesmo!


Escrito por:

Agência Canna


    x5-logo-partner x5-logo-partner x5-logo-partner x5-logo-partner